Sábado, 23 Setembro 2017 09:21

Operação na POG - Apreende Pistolas .40, 30 celulares e muita droga em Penitenciária e alerta para possíveis ataques contra Policiais Militares nesse final de semana.

Escrito por

 

OPERAÇÃO NA POG

Durante a tarde desta sexta-feira, uma operação que envolveu forças da segurança pública como a Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (Seap), a Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) e a Polícia Militar goiana (PM-GO) executou uma revista geral em duas alas da Penitenciária Odenir Guimarães (POG), em Aparecida de Goiânia.

Batizada como Operação Integrada - Protocolo Anhanguera, a revista recolheu cinco armas de fogo, sendo duas pistolas 9mm, duas pistolas .40 e um revólver calibre 38; 1,270 quilo de maconha; 438 gramas de crack e 30 aparelhos de celular.

De acordo com o assessor de comunicação da PM-GO, tenente-coronel Marcelo Granja, a operação teve como principal objetivo impedir que os detentos presos na penitenciária ordenem os possíveis ataques. 

Ainda segundo Granja, a corporação estará em alerta em todo o Estado, mas direcionará maiores esforços em Goiânia e na Região Metropolitana.


Um relatório técnico apresentado pelo Serviço de Inteligência da Polícia Militar do Estado de Goiás (PM-2) nesta sexta-feira (22) alerta para a possibilidade de ataques contra membros e instalações da corporação por parte de facções criminosas durante o final de semana em Goiás.

O documento (confira abaixo em PDF), assinado pelo comandante-geral da PM-GO, coronel Divino Alves, ressalta que os ataques contra policiais, viaturas e até quartéis poderão ser realizados tanto neste sábado (23), quanto no domingo (24). A recomendação para todas as unidades especializadas da corporação é para que trabalhem "com força máxima e em condições de plena e rápida intervenção".

Outra recomendação da PM-2 é direcionada à Central de Operações Policiais Militares (COPOM). O atendimento a qualquer ocorrência deverá ser feito por, no mínimo, duas viaturas.

Todos os componentes da corporação deverão utilizar os Equipamentos de Proteção Individual (EPI), cumprindo um procedimento operacional padrão da Polícia Militar.

 

Lido 189 vezes Última modificação em Sábado, 23 Setembro 2017 09:56
Entre para postar comentários

ACESSOS RÁPIDOS

                  

AMAF MG

AMAF MG
Associação Movimento Agentes Fortes de Minas Gerais

Presidente: Julio Costa

ÚLTIMOS POSTS

NEWSLETTER

Assine a newsletter da AMAF e receba em seu email as principais notícias do Sistema Prisional de Minas Gerais